Por que o nome do blog!!!!

“A felicidade está na trajetória.”
Por Este motivo somos os amigos que temos as causas que defendemos aquilo que comemos nossa música, nossos filmes, nosso gosto ou não pela arte, poesia! Pessoas que têm sintonia com a gente
Neste espaço só tenho Este compromisso de viajar em meus doídos e doidos momentos!
Aqui terei até os presentes que dei, que ganho.

TUDO FAZ PARTE DO QUE SOU!

Além de isto ser uma viagem, pois sempre pensei que me conhecia, mas quero a essência e convido vocês para que façamos esta viagem juntos. VALERÁ A PENA!
À medida que for escrevendo, vou me descobrindo!
MINHA LEVEZA, POR DIAS, O PESO DAS ALMAS DO MUNDO, POR OUTROS DIAS!
Minhas feridas cicatrizadas, ainda por cicatrizar, meus momentos de grande importância e, até, histórias que conto.

sábado, 12 de setembro de 2009

É GRANDE O SEU DESEJO DE VOAR.



QUERIA QUE OPINASSEM, QUAL É  TAMANHO  DE SEU DESEJO DE VOAR?E SEU DESEJO DE VOAR?

Fênix e Galinha. “OH”Era uma vez uma grande montanha onde as águias tinham seus ninhos. Um dia, um tremor de terra fez com que um dos ovos de águia rolasse montanha abaixo. Ele rolou até parar no terreiro de uma fazenda ao pé da montanha. As galinhas, como sempre muito responsáveis, decidiram cuidar do ovo e uma galinha mais velha ficou com a incumbência de chocá-lo e cuidar da educação da pequena ave.Após algumas semanas, o ovo se abriu e uma bela águia nasceu. Infelizmente, a pequena águia foi criada como uma galinha e passou a acreditar que era mais uma ave do galinheiro da fazenda. A águia amava seu lar e sua família, mas, intimamente, seu espírito sonhava com algo mais.Um dia, enquanto ciscava o chão à procura de insetos, a águia olhou para o céu e viu um grupo de poderosas águias voando mu, a águia gritou, “como eu gostaria de voar como aquelas aves”. As galinhas riram e zombaram: “Você não pode voar como aquelas aves. Você são uma galinha, e galinhas não voam”.A águia continuou a mirar sua verdadeira família, sonhando que poderia estar lá em cima com aquelas bela aves. Mas toda vez que ela revelava seus sonhos, era lembrada que isto não era possível. Isto foi o que a águia aprendeu a acreditar. Com o passar do tempo, a águia parou de sonhar e continuou a viver sua vida de galinha. Finalmente, após muitos anos vivendo como galinha, a águia morreu (autor desconhecido).Moral da história: você se torna naquilo que você acredita que é. Assim, se você sonha que é uma águia, siga seus sonhos e não os conselhos das galinhas. Ilustram uma das formas mais comuns de , os bloqueios culturais: barreiras que impomos a nós mesmos, geradas por pressões da sociedade, cultura ou grupo a que pertencemos.

Este texto achei como de origem desconhecida,mas para mim era conhecido como do escritor Rubens alves,com final diferente,ela tranformou-se a em fênix e o final foi feliz.

REFLEXÕES FILOSÓFICAS de Cris Poulain.

Outra reflexão que já li,outra versão,a que mais gosto,embora seja contra minha maneira de pensar,pois acho que devemos perseguir nossa essência sempre,sem ela não conseguimos ser felizes. Mas conheço uma versão que foge desta concepção,não sei se li,ou foi uma conversa filosófica que tive com alguém.Ela poderia ser uma feliz galinha e competente galinha,pois podemos,muitas vezes,ser a melhor galinha que pudermos,e não uma péssima águia.Será que sempre devemos querer mais,será que não saber conviver com nossos limites também não é uma forma de neurose,assim como querer ser perfeito?Pensamos nisto,pesamos a essência ser importante;

Pensamos em ser o melhor que pudermos,mesmo não chegando ao topo;
Finalmente a essência é essencial para continuarmos vivos,mesmo que nem a tenhamos conhecido?

PENSEM nas divagações de Cris Poulain.

Texto de Cris Poulain.

Que tamanho é sua coragem para voar,para voar em busca de sonhos?
Para voar em busca de amores,dito impossíveis?
Que tamanho é sua vontade de ser mais que a boa galinha que és?


3 comentários:

Lou Witt disse...

Cris querida, esta tua postagem veio de encontro a algo que vivenciei há bem pouco tempo. É preciso coragem para não deixar que nos transformem em galinhas quando somos águias, mas também é preciso sabedoria para poder distinguir até onde nossas asas podem nos levar.

Obrigada por compartilhar palavras tão sábias!

Cris Poulain disse...

Lou,atualmente,prefiro tentar ser a melhor galinha que houver do que ousar voar mais alto e ser uma péssima águia.
Voltar a ser uma galina frustrada.
CRIS.

Augusto F. disse...

Voar é como fechar os olhos e bater asas "para dentro"...
Acho que é esse o vôo mais atrevido e mais desejado, acho que ainda acreditamos em um mundo colorido e cheio de coisas boas, com singularidades, plurais e todas as nuances!
Lindo o Blog!

beijo
do Augustº

Registro de Visitas

 
© 2007 Template feito por Áurea R.C.