Por que o nome do blog!!!!

“A felicidade está na trajetória.”
Por Este motivo somos os amigos que temos as causas que defendemos aquilo que comemos nossa música, nossos filmes, nosso gosto ou não pela arte, poesia! Pessoas que têm sintonia com a gente
Neste espaço só tenho Este compromisso de viajar em meus doídos e doidos momentos!
Aqui terei até os presentes que dei, que ganho.

TUDO FAZ PARTE DO QUE SOU!

Além de isto ser uma viagem, pois sempre pensei que me conhecia, mas quero a essência e convido vocês para que façamos esta viagem juntos. VALERÁ A PENA!
À medida que for escrevendo, vou me descobrindo!
MINHA LEVEZA, POR DIAS, O PESO DAS ALMAS DO MUNDO, POR OUTROS DIAS!
Minhas feridas cicatrizadas, ainda por cicatrizar, meus momentos de grande importância e, até, histórias que conto.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

O COMEÇO DA MINHA ESTRADA


Requintes de Crueldade
Muito difícil te falar do quanto sempre achei que seríamos para sempre.
Nossa história nos foi dada de presente, um presente precioso que Deus deu,
para ser
cuidado, mimado,mais do que qualquer outro,porque por estranhas
coincidências.
Foram criadas para sermos um só, nosso amor foi bonito, encantado!
Nascemos para sermos singular e, um dia, fomos!
Mas estragastes tudo no dia em que cravou o primeiro espinho em meu peito.
Este foi pequeno perto dos que sucederam!
Tantos vieram, tantos arrancaram e,mesmo sangrando,segui lutando!
POR QUÊ?

Acreditei neste amor...
Doce engano, muitos outros sucederam, todos cravados minha alma!
Ela adoeceu!
Meu coração deixou de se iludir com tuas ações!
Mataste-me
Mataste-me várias vezes...
Com traições, com mentiras, com indiferença
Com brigas. Com dissimulação!
O SENTIMENTO QUE PIOR CABE A UMA MULHER COMO EU!
Com atitudes infantis, burras, sempre sendo influenciado por outros...
Levantar todo dia e viver, mesmo querendo morrer...
Várias vezes poderia te cravar uma flecha certeira,
Torturando-me por inteira,
Com requintes de amor!
Faltou-me coragem de ser como tu, de ser pobre de alma.
Por ser o que sou!
Bem diferente de ti... Encontro-me assim doída e meio doida
PERDIDA...
Por horas uma explosão de adrenalina
Jamais deveria aceitar tanto tempo esta ferida abrindo, fechando
Sangrando!
Agora não choro só pelo mal que causastes
Mas por os momentos, raros, mas intensos, que foram nossos.
Choro porque sempre acreditei em nós
Mas, agora, restou um nada, um vazio grande, muito grande
Quase insuportável
 Não por amor
Mas, por momentos, tão mal vividos
Pela tua incompetência para amar, para construir
Amo bem. Tenho em “fé em mim, tenho fé na vida.”
Tu não sabes quem é!
Eu sei que meus sentidos foram feitos para usar
Meu querer, meu tocar, meu sentir
COM FORÇA, CERTEZA!
De um grande amor de verdade!
Agora, não vejo mais vida, mais nada
ESTOU VAZIA, OCA.
POR DIAS, PARCAS LÁGRIMAS
CHORO HOJE PELO TEMPO QUE PERDI
TENTANDO ENTENDER TUA CABEÇA
TUAS FALSIDADES... CONFUSÕES!

PELA FRAUDE QUE VIVI!
DISSIMULAÇÃO NÃO ME CAI BEM
GOSTO DE VERDADES
TU DE CRUELDADES...
Sei enfrentar com intensidade,
Tu foges, sempre, gostastes de facilidades!
Que estradas me esperam?
Que caminhos terei que cruzar?
Mais dores?
chegarão cores?
Só preciso chegar ao FINAL!



3 comentários:

natalinha_rs24 disse...

podes apostar que o final é o melhor!!tu merece!!
estou contigo, sempre!!!

beijão

Cris Poulain disse...

OBRIGADA minha doce amiga!!
te amo,muito.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá minha amiga! Desde cedo aprendi que os erros também são lições de vida e nos ensinam a não errarmos mais.

Belo texto. Muito bem coordenado.

Beijos e fique com DEUS.

Furtado.

Registro de Visitas

 
© 2007 Template feito por Áurea R.C.